O que representa um bebê no mundo?

Todos nós sempre ficamos muito felizes quando olhamos para um bebê. O que ele nos transmite, e toca em nossos corações é incrivelmente mágico.

É sobre exatamente isso que quero falar hoje. E tem a ver com cada um de nós, e com o que viemos para fazer aqui na Terra neste momento.

Um bebê é tudo o que nós também somos. Cada um de nós nasceu aqui na Terra neste momento como um mensageiro do amor, da energia vital da nutrição que vem diretamente da Fonte Universal da Criação.

Quando um novo Ser Humano decide nascer aqui na Terra ele traz consigo toda a pureza da Fonte da Criação, toda a sabedoria divina nela contida, todo o Amor que a Fonte da Criação Emana continuamente.

Um bebê é a pura transmissão do amor universal, ele representa a Unicidade, a Nutrição, a Criação em Si mesma.

Quando olhamos para um bebê, ele nos remete a lembrar quem somos e o que viemos fazer, ele nos coloca novamente em contato com as forças da natureza, nos coloca em contato com nosso próprio amor, nossa natureza pura e criadora.

Cada um de nós veio a este mundo para transmitir Amor, para trazer a boa nova de que somos todos um, e cada um é único em essência.

Cada um de nós chegou na Terra para transmitir amor. Por isso nossa maior dor sempre está ligada a não encontrar alguém para entregar esse amor.

Quando um bebê chega a uma família, ele encontra dois adultos que na maioria das vezes já se esqueceram que são eles mesmos o próprio amor, já se esqueceram o que vieram fazer aqui, e estão envoltos nos seus afazeres diários, na sua luta pela sobrevivência.

Dessa forma o bebê se sente confuso, sem compreender por que ninguém está disponível para receber o que ele veio para entregar.

O bebê é um Ser Humano puro ainda, que quer apenas entregar o amor.

Dar e receber amor.

Ele é fisicamente indefeso, mas o amor faz dele um humano poderoso, que capta as atenções de todos os que com ele convivem.

Sua fragilidade faz dele um Ser inofensivo, o que possibilita a abertura dos corações de quem consegue parar e sentir o amor que ele transmite.

Todos nós um dia fomos bebês recém nascidos. E no dia em que chegamos na Terra  é provável que tenhamos encontrado adultos ocupados e desconectados de sua própria divindade.

Todos nós queríamos dar e receber amor. Ainda queremos.

Grande parte da nossa guerra diária é travada no sentido de conseguir esse intento: dar e receber amor.

Sim, dar e receber. Porque o amor necessita que haja equilíbrio, dar e receber. Onde não houver o receber não pode haver o dar.

Você jamais se sentirá nutrido se não sentir que seu amor foi entregue.

Pare um pouquinho, e perceba quem está disponível para te dar amor, e se abra para receber. Esse será um momento precioso, que te levará para um outro nível de compreensão de si mesmo.

Aproveite o amor dos bebês que você encontra, retribua, e sinta o bebê que há dentro de você aguardando para ser amado.

Tudo o que você foi, vive agora mesmo em você. Todos os teus aspectos existem agora mesmo, e podem ser acessados a qualquer momento.

Lembre… da vida… do amor… da pureza… da essência de que és feito…

Lembre e vive!!!

Expresse algo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s