Compreendendo o Sentimento de Culpa

image

O caminho para dissolver a tua couraça, permitir a fragilidade e retomar o teu estado original de Ser pode ser interrompido pelo sentimento de culpa que carregas pela falta de expressão do teu SER.
A culpa é o sentimento que pode te paralisar nessa caminhada. Ela coloca um freio, um impedimento no caminho.
Como compreender a culpa?
A culpa existe porque tens a crença de que precisas ser aceito para ser amado.
Aprendesses que precisas atender às expectativas dos demais, e também aquelas expectativas que criastes a respeito de ti mesmo.
Tudo isso é ego, é parte da programação, e precisa ser compreendido como tal. Não é real.
Quando perceberes que não tinhas e não tens poder sobre a vida dos demais vais estar liberto dessa culpa.
Por que não compreendestes isso ainda, vives por expectativas, esperando que tuas atitudes possam fazer com que os outros ajam desta ou daquela forma.
Sempre que não consegues o resultado esperado sentes culpa por não teres feito a ação mais correta para o fim desejado.
Assim, percebe que o que acontece é que tens a crença de que tens o poder sobre a vida do outro.
É preciso teres a compreensão de que o outro não pode ser controlado por ti, ele é dono da própria vida dele e vai agir conforme a própria necessidade, independente de qualquer esforço que tu possas empreender para mudar a ação dele.
Compreenda que o outro age como ele precisa e pode, isso diz respeito somente a ele.
Não importa a ação ou reação do outro, isso não tira de ti a tua divindade, a tua importância,  o teu amor.
Não muda quem tu és e a abundancia disponivel para ti.
Não te julgue jamais pelo que o outro faz ou deixa de fazer, vive simplesmente focado em ti mesmo e naquilo que é importante para ti.
Vive simplesmente para ti mesmo, sem a ânsia de satisfazer o outro, mas com a alegria de fazer o melhor para si mesmo.
Solta a necessidade de controlar a alegria e o amor do outro, aceita a ti mesmo como és, e serás livre para verdadeiramente  amar.
Permite que o outro tenha suas próprias experiências,  e fica no teu lugar vivendo as tuas experiências.
Compreenda completamente que as experiências são para serem vividas. As experiências da físicalidade são para serem vividas com toda a limitação que o corpo físico permite, para a verdadeira percepção de toda a magnificência do divino.
Quando perceberes que através da tua indivualidade física és tão ilimitado quanto fora dela , terás adquirido a capacidade de transcender a mortalidade.
O estado físico de ser é o estado que te permite explorar a tua própria essência. 
Tudo no teu Ser físico tem a ver com a tua qualidade divina.
Explora teu corpo físico e o mundo fisico ao teu redor e estarás explorando tua divindade. A Terra e tu são um só. Não estão separados.
Confia na Terra e naquilo que ela tem para te dar. Lava teus pés nas suas águas,  te nutre da sua terra, te aquece no seu fogo, e te alivia na sua brisa.
A terra é nossa parceira nessa jornada a caminho da expansão são do amor.
Nós não estamos sozinhos.

Expresse algo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s