O Conceito do Amor como Controle do Teu Ser

dsc04509.jpg

Fala-se muito sobre amor, mas não se transmite Amor.

O que é esse amor tão procurado é muito além do que se pratica hoje ainda.

Não pode haver amor sem haver a consciência da unicidade.

Tu não podes manifestar o amor sem estar conectado à consciência universal.

Enquanto não houver um reconhecimento da tua qualidade divina essencial, amor é uma palavra muito grande para tu dizeres.

Enquanto o Amor depender de outra pessoa para acontecer em ti não podes dizer que amas.

Amarás verdadeiramente quando fores próprio, único e puderes sentir a energia amorosa da consciência grupal, quando não dependeres da aprovação alheia para te sentires bem e nutrido.

Não haverá amor na tua vida enquanto estiveres te defendendo de ti mesmo, enquanto estiveres te agarrando ao carinho do outro como uma forma de nutrição.

O amor verdadeiro é o único que pode te nutrir, e ele está disponível agora mesmo.

Mas enquanto estiveres procurando os responsáveis por tua falta, teu coração estará fechado para receber essa nutrição.

Há alguns que dizem que são amados por que tem alguém ao seu lado. Ou por que receberam um carinho, ou por que se sentem seguros.

Eles conectam a ideia desses pequenos mimos com a ideia do amor.

Assim, se eles tem esses mimos, essa pessoa a seu lado, é por que são amados e merecem ser amados. Por outro lado, se eles não tem a pessoa ou os mimos não são amados e não merecem o amor.

Há um grande equívoco nisso. E a verdade é que esse é somente um jogo de controle, que prende as pessoas umas as outras em troca de algo. Existem conceitos sobre o amor, conceitos bem formados, e que são perseguidos por muitos. Já percebestes? É importante perceberes que algo ou alguém criou esses conceitos e aceitastes, sem questionar.

Dar e receber carinho, estar ao lado de alguém que vibra energeticamente como vibras é apenas uma consequência do bem estar que tens por te sentires muito nutrido e abundante.

Não podes dar carinho, ou sexo, só para receber carinho e te sentires aceito, e só por que isso é uma exigência de um relacionamento de amor. Não podes te comportar desta ou daquela forma só por que te disseram que quem ama faz isso ou aquilo. Não podes fingir o amor, compreende? Esses artifícios que te ensinaram são normalmente usados para controle. Não para a manifestação de uma plenitude interna e pessoal. Ninguém te diz que podes manifestar tua raiva ou qualquer parte de ti e continuarás sendo muito amado. Não. Te disseram para ser bonzinho, seguir certos padrões de comportamento, e então serias amado. Desempenhas todos os papéis muito bem, até que o fogo dentro de ti explode como um vulcão jogando suas lavas para todos os lados.  Não és um robô. És um humano, és mais que isso um SER HUMANO.

A grande maioria se movimenta nos relacionamentos e cria relacionamentos pelo medo de estar sozinho, de não ser amado. Isso não é amor, isso é teatro sobre o amor, mas não o amor real. É apenas o amor aprendido. Esse amor  é usado como instrumento de controle de massas, para manter as pessoas prisioneiras umas das outras, longe de sua própria divindade.

É simples controlar os humanos enquanto eles lutam por um amor que eles pensam que está fora de si mesmos, que depende de outros. Por que eles não tem um centro, eles vão para onde receberem atenção, falsa segurança, falsa nutrição.

Saiba que dar e receber amor é algo para as pessoas que já deixaram o controle. É algo para quem pode ver a divindade do outro e a sua própria. Tudo o mais é teatro, que não serve sequer de treino para o estado de amor.

A qualidade do amor não pode ser perfeitamente descrita.

Mas pode ser sentida, percebida, pode ser vivida por ti.

Ela pode ser ativada em ti, mas não pode ser ensinada, exigida, ou usada para qualquer fim.

Esse amor envolve o teu ser de uma forma tal que se dissolve toda a falta. Perdes a necessidade de te proteger.

Nesse estado não há mais medo, não há falta.

Esse amor não chega a ti através de alguém.

Ele chega a ti através da tua Divindade.

No momento em que percebes e tocas a consciência universal da qual pertences, no momento em que percebes a qualidade da tua individualidade nessa consciência grupal esse amor é tudo o que verdadeiramente ÉS. 

Expresse algo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s