Reconhecendo Um Mestre

image

Se procuras um mestre, joga primeiro tuas expectativas pela janela, de modo que possas enxergar o mestre quando o encontrares.
Quando estiveres a procura de um mestre, saiba que vais encontrar um ser humano, com questões humanas, com uma estrada percorrida e outra a percorrer.

Um mestre não quer ser venerado, ele se mostra na tua vida para que tu encontres um caminho para a tua própria mestria.
Um mestre é um mestre e apenas isso.
Ele não precisa de tua aceitação,  ou de tua veneração.  Ele não espera aplausos,  ele veio para viver e ter suas próprias experiencias e na sua jornada de vida ele ancora uma energia para que outros possam despertar.
Um mestre não vai te ensinar uma religião. 
Porque mestres não tem religião. 
Mestres buscam a verdade de sua própria luz, mestres transmitem a luz diretamente da Fonte divina da criação.
O mestre não se importa que nome tem essa fonte que tudo cria, ele simplesmente exala essa fonte, a transmite para os demais para que eles possam ver a sua própria verdade, acessar sua própria luz.
Um mestre não vai te dar uma agenda de como ser bonzinho para ascender,  de que passos tu precisas dar.
Ele vai te inspirar para que tu enxergues teu caminho e permitir que tu tenhas as tuas próprias experiências.
Um mestre não controla ou manipula qualquer informação, não te obriga a nada, não cria agendas para ti, essa é sua qualidade principal.
O mestre verdadeiro não vai manipular a informação. Não vai usar a tua energia. Não vai te manipular, porque ele tem a própria energia, não precisa se alimentar da tua.

Ele entrega a informação para ti.
No entanto tu tens que traduzi-la de acordo com tua própria essência. Um mestre simplesmente te testemunha enquanto vais traduzindo a tua luz.
Não espera encontrares alguém com uma determinada roupa ou vivendo de forma determinada, como nas montanhas, ou em um Ashram.
Um mestre experimenta a vida, as comidas, as paisagens,  experimenta, e transmite sua sabedoria.
Alguns  pensam que mestres são aqueles que não comem  ou que são vegetarianos,  ou que meditam em silencio durante horas e dias, ou que fazem Yoga obrigatoriamente,  e que são completamente equilibrados, que nunca se alteram ou nunca cometem “erros”.
Enfim, cada um normalmente tem um conceito do que aprendeu que deveria ser um  mestre.
Mas um mestre não tem nenhum conceito certo e nenhuma forma adequada e certinha de viver, porque ele não vive por conta de modos aprendidos de viver.
Ele cria seu viver a partir da vida que pulsa dentro dele.

Expresse algo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s