COMO SAIR DA SEPARATIVIDADE

borboleta

A ilusão tridimensional costuma levar você a ver acontecimentos de sua vida de uma forma distorcida, de modo que muitas vezes parece que você é vítima de algo ou alguém, e essa visão distorcida envolve você num grande drama, muitas vezes infindável, e cria sentimentos difíceis de administrar. Cria medo e confusão em sua vida.

É preciso se permitir voltar para seu centro, que é seu coração sagrado, e  olhar para essas situações com outros olhos, os olhos do observador.

Quando você se torna o observador para de reagir e criar vínculos de dor com as pessoas, com as situações. Pode sentir e ver a sua verdade, desvinculada das emoções do outro, desvinculada do drama e da ilusão tridimensional.

Pode assim assumir a sua responsabilidade sobre suas criações e as experiências que decidiu ter na vida.

Quando você assume esse lugar de criador retoma seu poder, se torna aquele que têm o poder de recriar a criação e se liberta das amarras que impedem você de fluir livremente pela vida.

Estar consciente de suas próprias emoções e aprender a entrar em contato com elas é bem importante para soltar as defesas que criam separatividade na sua vida.

O estado de separatividade coloca você separado de aspectos importantes de você mesmo, criando solidão, vazio, e falta em muitos aspectos de sua vida. Quando você está experienciando a ilusão da separatividade você pensa que alguém ou algo tirou de você o que falta. Essa falta controla sua vida, porque você não tem consciência dela.

A separatividade é o seu hábito, por que é bem mais fácil isolar a sua dor do que senti-la e se responsabilizar pela sua criação.

Quando a dor é muito grande você tem medo dela. Tem medo de fazer contato com ela. Então você constrói uma defesa contra ela. Você se sente protegido, mas está separado. Separado de si mesmo, separado do mundo ao seu redor, separado de aspectos importantes de você mesmo, aspectos que tem o potencial de trazer a criatividade e a abundância em todos os níveis de sua vida.

Saiba que a sua dor não é maior do que você. Ela só está pedindo para ser reconhecida, para ser acolhida por você.

A consciência da dor que está em você possibilita a transformação desse padrão de dor, possibilita o acordar para a sua verdade, e desconectar de você a dor de outras pessoas. Ao trabalhar através de si mesmo, focando sua atenção em si mesmo é possível parar o hábito de colocar a responsabilidade no outro, e também entrar na confusão e na dor do outro, simplificando a sua vida, clareando o seu caminho, e consequentemente cooperando para a harmonia na Terra.

A Terra está esperando você acordar do seu sono profundo. Ela está para acolher você sempre que você precisar. Entre em contato com as forças da natureza, deite na Terra, sinta o seu acolhimento. Sinta as árvores, sinta o vento. Perceba a força do fogo e o acolhimento da água. Seja um com a Terra, e ela também te auxiliará nessa caminhada rumo ao amor incondicional, rumo à unicidade, ao contato com o Divino que há em você.

 

 

 

 

Anúncios

3 comentários em “COMO SAIR DA SEPARATIVIDADE

Expresse algo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s